quinta-feira, 30 de julho de 2009

Inspeção veicular em São Paulo: a história





Pessoal, ontem fui fazer a minha inspeção veicular, aqui em São Paulo.

Moro em Moema e escolhi o Centro de Inspeção da Barra Funda. Acabei fazendo um caminho excelente e fácil de chegar. Peguei a Av. Brasil e fui em direção à Henrique Schaumann, continuei pela Av. Paulo VI e Sumaré, depois continuei pela Av. Antártica, ela termina em um elevado que desce sobre a praça Luís Carlos Mesquita, em torno da qual os carros giram. Fiz o giro e retornei já visualizando uma placa de "inspeção veicular".

Daí em diante foi só ir seguindo as placas. Voltar foi mole, saí do centro e peguei à direita na Marquês de São Vicente, caí na mesma praça e virei à direita onde fiz exatamente o caminho inverso.

Quanto tempo levei para chegar lá, no meio de uma chuva torrencial? 58 minutos.

Cheguei uma hora antes e tive de ficar esperando meia hora no estacionamento. Meia hora antes da hora marcada você pode já ser atendido. Assim, mesmo antes da minha hora marcada eu já voltava para casa.

Observações Interessantes:

1- Não é pedido qualquer documento, seja do motorista, seja do carro;
2- Duração 5 minutos no máximo;
3- É colocado um selo verde no parabrisa dianteiro;
4- Você recebe um documento para andar junto aos documentos do carro.

Tudo muito organizado. Você não pode ficar junto ao carro, precisa ficar em uma faixa amarela. Bobeei e fui chamado a atenção. Também não deixam tirar fotos. Alguém saberia me explicar por quê?

E quem foi que tirou essas?

Criatividade em produtos


O mercado esta saturado de produtos que muita das vezes não passam de clones uns dos outros e nada melhor para se receber destaque e notoriedade do que se inovar.

E para quem pensa que já viu de tudo, aqui tem uma prova em contrário: um simples cabo USB com carregador integrado. Este feixe de fios revestidos tem uma bateria no meio que serve para carregar o iPhone sem ser necessário recorrer a corrente.

Ou seja, se esta num local longe de casa e a bateria do gadget pedir comida é só plugar o cabo a dock para o telefone viver mais 4h30min, segundo as explicações da empresa.

No entanto o site crunchgear duvida que este consiga ter um tempo de vida tão elevado e relata que se acrescentar apenas 1 hora já é óptimo. A mini bateria é carregada automaticamente quando conectar o cabo e o iPhone/iPod Touch a energia eléctrica.

Para além disso também vem em diferentes tamanhos (5, 20 e 30 polegadas) e custa 30 dolaretas Americanas. Um preço bastante considerável para a função que exerce.

terça-feira, 28 de julho de 2009

Venda a descoberto: short selling


A operação de venda a descoberto se constitui no seguinte:

1- Imagine que você acredita que o preço das ações da Petrobrás vai cair, como ganhar?
2- Sem capital algum, você pode tomar emprestado ações, mediante um pequeno aluguel para devolvê-las em data futura;
3- Então, você vende as ações e se tiver certo, o preço cai você as recompra e paga para quem lhe alugou. O ganho é seu.
4- Se você estiver errado, terá de recomprá-las bem mais caras para pagar a quem você deve.

Essas operações, que são permitidas no Brasil e sempre foram permitidas nos Estados Unidos, acabaram de ser definitivamente proibidas por lá pela SEC - Securities and Exchange Commission - A CVM deles. Motivo: reduzir risco. Proibir permanentemente significa que os americanos ficaram realmente traumatizados com a crise...

terça-feira, 21 de julho de 2009

Quem perde mais com o iPhone: Motorola


O gráfico lista as marcas de celulares das pessoas que compraram o iPhone 3GS. Observe que a grande parte vem da Motorola.

segunda-feira, 20 de julho de 2009

Nokia deve ser ultrapassada em 2012

Números impressionantes !!!


A AppStore da Apple é um sucesso impressionante. Veja o números:

1- Pouco mais de um ano de funcionamento;
2- 1,5 bilhão de downloads;
3- 65.000 aplicativos disponíveis;
4- Mais de 100 mil desenvolvedores registrados;
5- Um crescimento que não pára...

No site da Apple


Clique no campo de busca no site da Apple e escreva a palavra "virus". Veja o que acontece....

Sucesso em vendas


Andris Zoltners

O sucesso em vendas pode ser medido à luz das cinco dimensões interdependentes que seguem:
1. os resultados para a empresa – são os números clássicos do curto e do longo prazos, ligados a faturamento, participação de mercado, lucratividade, taxas de crescimento etc.;
2. os resultados para o cliente – afetam diretamente o resultado da empresa, porque, se o cliente não considera que seus esforços de vendas sejam satisfatórios, ele não comprará, ou comprará menos. As medidas de satisfação e retenção de clientes ajudam a acompanhar esses resultados, assim como as de vendas de reposição, por exemplo;
3. as atividades que compõem o processo de vendas – são as fases da venda que impactam os resultados para o cliente, como geração de indicações e visitas, análises de necessidades, desenvolvimento de soluções, apresentação de propostas, negociação, instalação, atendimento ao cliente e expansão, entre outras;
4. os vendedores – o ideal é empregar vendedores competentes e motivados e estabelecer uma cultura que estimule atitudes e comportamentos que conduzam ao sucesso;
5. os vetores da eficácia em vendas – são os fatores da gestão da área de vendas, como a definição e a execução da estratégia, o dimensionamento e a estruturação da equipe, a definição do território de atuação, a seleção, o treinamento e o desenvolvimento de pessoal, o equacionamento da remuneração e dos incentivos, a definição e o acompanhamento das metas, a administração de vendas e a alavancagem de informações sobre o mercado.

Moderno e antigo se confundem...

A foto do "rosto que sorri"

Observe a foto com cuidado e verá um rosto sorrindo....

Protegendo seu notebook de roubo...em inglês

Tablet da Apple?


Da revista InfoExame online

Em outubro, a Apple colocará à venda o Apple Tablet. Conhecido como o possível netbook da empresa, o equipamento terá uma tela sensível ao toque e custará 800 dólares.

A informação acima não é da Apple: Steve Jobs e os outros diretores da empresa nada dizem a respeito. Quem divulgou a notícia foi o jornal China Times, um respeitado periódico da Ásia. No entanto, a infomação, mais uma vez, tem cara de mais um rumor sobre o equipamento.

Além dos pedidos, o jornal aponta um dado comum entre as empresas: elas devem entregar os circuitos, as telas e as baterias antes de outubro. Dessa maneira, a Apple monta, embala, e distribui o Mac pelo mundo antes do final do ano. Ou seja, faz tudo direitinho para que o Apple Tablet faça parte da lista de presentes de Natal de muita gente pelo mundo.

A informação do China Times atiçou os macmaníanos americanos. Em blogs, os fãs da marca dizem que dessa vez as informações têm um pouco de fundamento, já que alguns fabricantes confirmam pedidos da Apple. Com isso, eles estão até discutindo outro assunto: qual é o sistema operacional que o Apple Tablet rodará?

segunda-feira, 13 de julho de 2009

Aplicativo do iPhone permite escutar rádios da polícia

Minha entrevista na Rádio Bandeirantes



Na semana passada dei uma entrevista na Rádio Bandeirantes para o editor de economia Luís Artur Nogueira. O assunto era a absurda carga tributária do Brasil. Se quiser ouvir basta clicar aqui.

Parabéns para você iTunes App Store: 1 ano!!!


Há um ano, no dia 11 de julho de 2008 começaram a ser vendidos os primeiros programas para iPhone na iTunes App Store. Já são mais de 1 bilhão (Sim, Bilhão) de aplicativos baixados, uma grande maioria fornecida de graça. No momento há mais de 63.000 aplicativos disponíveis e novos aplicativos chegam no ritmo de aproximadamente uma média de 300 por dia.

domingo, 12 de julho de 2009

Estudante inventa porta controlada pelo iPhone

Um estudante de engenharia inventou uma porta hidráulica que pode ser controlada pelo iPhone e ideal para pessoas com deficiência física.

Opinião da InfoWorld


A InfoWorld é uma revista especializada em tecnologia e que avaliou centenas de notebooks e chegou à conclusão sobre qual é o melhor notebook que o dinheiro pode comprar - the best notebook money can buy.

Evolução...

Sincronizando seu telefone com o Google

O Google cada vez mais oferece serviço de sincronização para manter o seu telefone atualizado com as informações que você altera no Google, seja em contatos ou calendário. Da mesma forma, se você atualizar o seu telefone, ele vai atualizar o seu computador. Vale e pena. Clique aqui para baixar o software de sincronização.

terça-feira, 7 de julho de 2009

O que é exatamente sustentabilidade? Adam Werbach explica, em inglês






10 Principais Riscos Globais


Da HSM Management

Saiba mais sobre o resultado de uma pesquisa que revela quais são os maiores identificados pelos líderes.
Nenhuma companhia, indústria ou país está imune ao atual período de agitação econômica. Danos à reputação impactam a percepção do público quanto à qualidade, integridade e intenção de uma organização, influencia a decisão de um parceiro ou cliente em negociar com uma firma e pode afetar a decisão de um governo ou regulador em autorizar as ações de determinada companhia.
Estas afirmações foram detectadas no Estudo Global de Gerenciamento de Riscos, realizado pela Aon Risk Services, que captura as perspectivas dos profissionais líderes de risco (Gerentes de Riscos, CROs, CFOs, tesoureiros, entre outros).
“O principal risco apontado pelos tomadores de decisão que participaram da pesquisa é sem dúvida a recessão econômica. Esse risco impacta diretamente todos os outros citados no estudo”, destacou Matthew Horwitch, COO da Aon Corporation. “O grande desafio das corporações atualmente é fazer mais com menos. Os riscos deixaram de ser uma preocupação exclusiva dos departamentos de gerenciamento de riscos, mas sim de toda a empresa, com envolvimento direto de conselhos e diretoria. Estamos em uma época difícil, porém é, sem dúvida, o melhor momento para entender os riscos de negócios e tratá-los de forma pró-ativa. Esse será o diferencial das organizações que irão irão liderar a saída da atual recessão econômica”, completa.
Veja quais são os 10 principais riscos globais identificados na pesquisa:
1 - Recessão econômica
2 - Mudanças regulatórias/legislativas
3 - Interrupção dos negócios
4 - Aumento da competição
5 - Risco no preço das commodities
6 - Danos à reputaçao
7 - Fluxo de caixa/risco de liquidez
8 - Falha na distribuição ou na cadeia de suprimentos
9 - Confiabilidade de terceiros
10 - Falha em atrair ou manter talentos

segunda-feira, 6 de julho de 2009

Ecolhendo celular? A pesquisa ajuda...


Pesquisa: iPhone 3GS x BlackBerry Storm x Palm Pre
por Antone Gonsalves | InformationWeek EUA

06/07/2009
Smartphone da Apple, com pequena vantagem, leva a melhor em levantamento da Consumer Reports

O iPhone 3GS levou a melhor e ficou com a primeira colocação do último levantamento da Consumer Reports que avaliou smartphones. Mas boas avaliações do Palm Pre e do BlackBerry Storm podem ser um alerta para o gadget da Apple.

O smartphone da Apple se saiu bem frente às rivais com forte performance em quase todos os pontos avaliados, mas não em qualidade de voz, uma área, segundo a Consumer Reports, em que poucos modelos recebem nota alta. O iPhone 3GS superou em qualidade de display, navegador e duração da bateria.

Mas o Palm Pre e o Storm, da Research In Motion, além de outros modelos da linha BlackBerry, foram mais bem avaliados no quesito mensagens. Além disso, o Pre teve nota superior em multitarefa, informou a revista.

Este último ranking reflete mudanças nos testes promovidos pela Consumer Reports, que optou por colocar menos ênfase em qualidade de voz e aumentar a importância de pontos não funcionalidades não relacionadas com a voz. Como resultado, modelos mais antigos, como iPhone 3G, melhoraram a posição no ranking, enquanto outros, como Samsung BlackJack II e BlackBerry Pearl, caíram.

Os aparelhos receberam notas de 0 a 100. Os cinco primeiros do ranking foram:

- iPhone 3GS, 73 pontos;

- iPhone 3G e Samsung Omnia, empatados com 70 pontos;

- BlackBerry Storm 9530, T-Mobile G1, BlackBerry Bold e Samsung Epix, todos com 69;

- Palm Pre e BlackBerry Curve 8900, 67 pontos;

- LG Incite, em quinto, com 66.

Mensagem sutil...


VISITANDO A NONNA
Uma nonna italiana está indicando seu apartamento ao neto, que ia visitá-la com sua nova mulher.
- Quando vocês chegarem no prédio, na porta da frente tem um grande painel. Io moro no apartamento 301.
Apertem o botón do interfone com o cotovelo, que io abro a porta. Entrem, o elevadore é à direita.
Aperta o trê com o cotovelo.
Quando vocês saírem do elevadore, mio apartamento é nas esquerda. Com o cotovelo, apertem a campainha.
- Vó, parece fácil, mas...por que tenho que apertar todos esses botões com o cotovelo?
- Máaaah quêê...... vocês tão vindo de mon vazia?????...

Para quem gosta de Design


Uma das pessoas mais importantes da Apple quando o assunto é novos produtos (atrás apenas de Steve Jobs), o vice-presidente sênior de design industrial da Apple, Jonathan Ive, revelou alguns de seus segredos durante um evento que aconteceu esta semana no Royal College of Art em Londres, Inglaterra. Na oportunidade, Ive, que não gosta muito de entrevistas, recebeu o título de doutor honorário. No local estavam mais de 700 respeitados designers.

Responsável pelo layout de produtos como o popular iPhone, ele admitiu que suas habilidades como desenhista são "horríveis" e que ele é um péssimo apresentador. Para completar, odeia os chamados focus groups, reuniões destinadas a conhecer as opiniões de usuários.

Ao falar sobre seu projetos, ele explicou que é "movido a protótipos"."Não consigo imaginar a criação de um design de produto sem fazer algo físico. Eu amo fazer protótipos. Nós vamos direto da idéia para o protótipo. Adoro criar objetos", destacou.

Durante o evento, Ive explicou o motivo de a Apple limitar seu leque de seus produtos. “Para fazer um produto muito bom é preciso ter foco, por isso é melhor ter poucos produtos”, disse.

O correspondente da BBC Tecnologia, Rory Cellan-Jones, perguntou a Ive o que menos lhe agradava na primeira versão do iPhone. Ive fugiu da pergunta, mas afirmou que “todo designer nunca está totalmente satisfeito”.

Ive nasceu em Chingford, Inglaterra, em 1967, e ganhou vários prêmios por seus projetos inovadores, como os do PowerBook G4 de alumínio e titânio, MacBook, MacBook Pro monobloco, iPod e iPhone.

Homem atira dentro de loja da Apple na Virgínia

A estória do "seu" Mamede


Luiz Fuinha pára o caminhão na frente da loja do turco Mamede e fala pra
este:
- Seu Mamede, tem aqui um caminhão de arroz sem nota, o preço é
metade, o siô aceita?
- Claro que aceita - e vira-se para o filho:
- Caledinho, vai na esquina e se abarecer o fiscal vem correndo pra visá
Babái.
Começam a descarga e, no meio, aparece Caledinho:
- Babái!... Fiscal vem vindo!
- Bára tudo e volta a carregar!!! - grita Mamede.
Chega o fiscal:
- Venda grande, não é seu Mamede?
- Ôh, ôh!!! Melhó venda de ano que Mamede feis...
- E isso aí tem nota?
- Ainda num tem nota borquê Mamede está esberando carregar bra ver
quanto mercadoria quê cabe na caminhón... daí, Mamede tira nota.
- Não pode! A nota fiscal tem de ser emitida antes de carregar!
- Ah!... Antão bára tudo, que Mamede non qué broblema com receita!...
Volta descarregar todo caminhón e guardar lá dentro do loja!

Wikipedia sem acesso à Internet


Patrick Collison conseguiu colocar toda a Wikipedia em uma iPhone, ocupando apenas 2Gbytes de espaço, de tal forma que você pode fazer as consultas mesmo que esteja em local sem acesso à Internet. O preço é de US$9.99 (R$19,50), ou seja não muito barato, mas também não pode ser considerado caro se você tem toda uma enciclopédia no bolso, para consultar quando quiser. Periodicamente e gratuitamente, ela é atualizada. O bacana é que o sistema de hiperlinks, que permite que um artigo seja relacionado a outro, funciona perfeitamente. Apenas o que é texto aparece nesta versão.

Fez 40? Atenção!


Leone Farias
Do Diário do Grande ABC

Quem está na faixa dos 40 anos de idade e ainda não se preocupa em guardar recursos para complementar a renda quando se aposentar, precisa correr, pois já está atrasado.

Segundo especialistas, é importante que as pessoas comecem o quanto antes a investir com esse objetivo para não sofrerem com a perda de padrão de vida. A perspectiva de depender apenas do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) não é nada promissora.

O consultor de finanças pessoais Francis Brode Hesse salienta que o ideal é começar aos 20 anos, mas aos 40, ainda dá tempo. Isso desde que se tenha em mente que, com o passar dos anos, é preciso ir reduzindo a exposição ao risco - ou seja, investir menos, por exemplo, em ações, que fazem parte do mercado de renda variável exatamente porque estão sujeitas a oscilações fortes de valor.

Opções - Há dois caminhos indicados para quem pensa em uma velhice mais tranquila. Uma delas é adquirir um plano de previdência privada, em que se contribui todo mês e ao fim de determinado período (por exemplo, 20 anos), começa-se a receber um benefício mensal. Outra opção é investir, por conta própria os recursos em títulos do governo, fundos de renda fixa e ações, por exemplo.

Hesse cita que o primeiro caso é mais indicado para quem não tem tanta disciplina para poupar, já que o recurso é descontado da conta corrente e já existem produtos prontos, que os bancos oferecem.

Porém, é importante pesquisar bem as taxas de administração e de carregamento, que variam bastante, de acordo com cada instituição financeira. "Se a pessoa puder escolher um plano coletivo, de empresa ou de classe (no caso de profissional liberal), os custos costumam ser menores", citou.

Também é importante observar o tipo de plano, de acordo com o perfil do investidor. Existem os agressivos (que investem mais em ações), os moderados e os conservadores. "Quem tem 40, pode ser agressivo no começo, mas é preciso cautela", avaliou Hesse.

Disciplina - Para quem é disciplinado para destinar todo mês dinheiro com o objetivo de longo prazo, pode ser mais rentável aplicar parte dos recursos em títulos públicos e parte em ações.

O valor a ser investido não deve ser visto como uma barreira. "No início, você pode colocar R$ 50 todo mês numa poupança, até ultrapassar R$ 5.000 e aí, pode sacar e passar para um título público ou um CDB", afirmou o professor Pedro Vartanian. Ele acrescentou que o ideal é comprometer entre 5% e 10% da renda com as aplicações de longo prazo.

Hesse salienta que, a partir de R$ 100 já é possível comprar títulos do Tesouro Direto. Mas ele acrescentou que quanto maior o valor adquirido, melhor, já que esse investimento tem a incidência de taxas e IOF (Imposto sobre Operações Financeiras).

Vibrador para iPhone


Uma empresa denominada MyPleasure lançou um aplicativo para iPhone que transforma o iPhone em um vibrador. Resenhas femininas tem dito que a capacidade de vibração é pequena para poder ser utilizado como fonte de prazer. O aplicativo é gratuito.